5 dicas de como vender cosméticos online

O Ramo de cosméticos tem se mostrado cada vez mais promissor em questões de vendas. No Brasil, estamos inclusos em um dos mercados de cosméticos que mais crescem, sendo o 4º maior mercado do mundo.

Isso acontece pois, além do público feminino, uma grande quantidade de homens tem aderido ao uso de cosméticos para cuidar principalmente da estética do rosto (barba) e dos cabelos.

Revender cosméticos online sempre pareceu uma estratégia fácil para ganhar dinheiro. Antes, essa venda era feita por meio de catálogos e venda direta, atualmente, essa venda pode ser feita até mesmo online. Assim como há venda de peças de roupa e acessórios em lojas virtuais, instagram e facebook, os cosméticos seguem o mesmo rumo.

Como vender produtos online

Mas você já pensou em vender cosméticos com a sua marca? Pode parecer assustador de início, mas a lucratividade de quem consegue vender os próprios cosméticos é maior do que a de quem revende.

Mas independente da abordagem que você escolher, neste post, vamos te ajudar a iniciar seus negócios, fornecendo dicas para você decolar nesse imenso mercado e alavancar suas vendas. Vamos lá?

1.Fornecedores

A escolha do fornecedor pode ser um fator chave para que seus clientes enxerguem mais valor em seus produtos. É importante pesquisar e revender marcas que tenham boa qualidade nos produtos e um preço competitivo. Para isso, você pode testar os produtos da marca que deseja revender, pontuando os fatores positivos e negativos em cada uma delas.

1.1. Variedade de marcas

Um ponto importante para quem deseja vender cosméticos online, é ter uma boa variedade de cosméticos para oferecer. Quanto mais marcas, mais chances você tem de atingir seu consumidor final. Não precisa exagerar, colocando marcas muito diferentes em um único site, mas marcas parecidas como Natura e Avon por exemplo, possuem quase o mesmo público-alvo.

1.2. Marca própria

Vender Cosméticos de marca própria requerem mais esforços, mas a recompensa é maior, uma vez que os lucros são voltados apenas para você, sem precisem ser divididos com outra empresa. Para fazer vendas online desse tipo de cosmético é preciso ter um bom posicionamento no google assim como investimentos certeiros em adwords e propagandas da sua marca.

2. Canal de venda

Como já mostrado anteriormente, um dos principais meios de venda atualmente é a venda online. Esta é uma das vendas mais baratas e simples que se pode ter.

Você pode usar tanto um site próprio, usando ferramentas como o Wix, que permite criar site de graça com facilidade, quanto sites prontos como o Mercado Livre.

Dicas de como vender cosméticos

Vantagens: Os custos de manter um site e propagandeá-lo são mais baixos do que os custos de manter uma loja física, até mesmo como revendedora, uma vez que o trabalho de locomoção é menor do que a venda ao vivo.

Desvantagens: Você perde um pouco em questões sinestésicas, como cheiro, toque e experimentação do produto. Entretanto, sendo um produto conhecido no mercado, fica mais fácil a comercialização dele.

3. Como precificar meu cosmético?

O cosmético deve ser precificado pensando primeiramente, no seu público-alvo. Dependendo do tipo de pessoa que você pretende atingir, o preço de um shampoo por exemplo poderia variar de $10,00 a $80,00 reais o frasco. Faça uma lista de para te ajudar e tente encaixar o seu produto dentro de uma das categorias descritas:

  • Standart. São produtos mais baratos, não necessariamente de qualidade inferior, mas que ganham no giro. Ex.: Shampoos Pantene, Shampoos Palmolive
  • Premium. São produtos com mais ativos, com qualidade superior. Ex.: Shampoos Natura, Shampoos Daterra
  • Super Premium. São produtos de tratamento, acessíveis a menos pessoas. Kerastase, Vichy

Encaixando em uma dessas categorias, você pode comparar preços e ter uma estimativa de quanto poderia custar o seu produto. Depois disso, você deve pensar nos custos que teria de embutir no preço do seu produto, como os gastos com Adwords por exemplo, algum funcionário extra que você deseje contratar, além das contas normais como água, luz, telefone e internet.

Lembrando que as vezes, vale a pena você fazer esforços de venda um pouco maiores, como propagandas online (investimentos em adwords) a fim de vender mais seus produtos momentaneamente.

4. Usando redes sociais

A maior dificuldade de se ter uma rede social, não é criá-la, mas gerenciá-la. Se as suas avaliações positivas superarem as suas avaliações negativas, é provável que suas vendas online gerem poucos resultados, não compensando os esforços. Para ter um bom atendimento online é preciso ter pelo menos uma pessoa disponível para para atender todos os pedidos que chegam pelo site. Tanto em sites de venda (ex. mercado livre) quanto sites próprios.

Atualmente, existem várias pessoas autônomas que revendem seus produtos usando apenas instagram ou facebook. Essa estratégia é válida e pode ser explorada de início. Conforme forem crescendo, você investe melhor o seu tempo em um site próprio.

A principal desvantagem de fazer isso seria a falta de confiabilidade. É mais difícil você confiar em uma página de facebook ou instagram que não possua característica como:

  • Mostre depoimentos de clientes satisfeitos

Muitas pessoas procuram pela opinião alheia antes de adquirir algo que não conhecem.

  • Coloque muitas fotos

Quanto mais fotos você tiver do seu produto, mais confiante na compra seu cliente irá ficar.

  • Capriche nas descrições

Como você não é possível ter contato físico com seu cliente, capriche nas descrições. Gaste um certo tempo para fazê-las colocando palavras-chave no texto da sua página. Isso irá convencer seu cliente de que seu produto é bom e confiável.

  • Site Blindado, compra segura

Existem certificados de site blindado e compra segura. Isso ajuda o cliente a saber de onde está comprando e facilita a venda.

  • Descrição pessoal

Capriche na sua descrição pessoal. As pessoas querem saber de quem elas estão comprando. Seja pessoa física ou jurídica, mostre quem você é e que não irá enganá-los.

5. Estoque: como calcular estoque mínimo

A venda online requer agilidade e pontualidade para receber bons feedbacks e conquistar mais clientes. Dessa forma, é preciso você calcular um estoque ideal que seja preciso manter (como seus próprios cosméticos) ou vender produtos sobre encomenda.

Quando você vende cosméticos de terceiros, existe um tempo de espera até que seus produtos cheguem.  Se você for manter um estoque prévio, é preciso que você tenha em mente a quantidade mínima de pedido, levando em conta:

  • O tempo que demora para que você acumule essa quantidade em vendas e pedidos, por exemplo, 2 semanas . Isso só é possível estabelecer conforme suas vendas forem acontecendo, de forma que você consegue estabelecer um ritmo de vendas aos poucos e conseguir um ritmo certeiro.
  • O tempo de entrega desses produtos por parte da empresa, por exemplo, 3 dias.
  • E o tempo de envio desses produtos ao seu cliente, por exemplo, 5 dias via correio.

Em um caso como esse, seu tempo de entrega ao seu cliente final seria de 22 dias corridos. Para evitar isso, é possível manter um estoque pensando da seguinte forma, para cada tipo de produto diferente:

  • Se eu vendo 30 shampoos em 30 dias,
  • Meu tempo de entrega ao cliente final for 5 dias e
  • O tempo de recebimento dos produtos for de 3 dias

Eu poderia refazer a minha compra por volta do 25º dia ou quando meu estoque atingir 20% da capacidade total, que, neste caso, seria 6 produtos. (20% x 30)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s